Acontece-lhe, conforme a gravidez vai avançando, sentir  também a ansiedade a aumentar?
Um certo grau de preocupação é normal durante a gravidez, no entanto, é prejudicial se este stress se transforma em ansiedade extrema. Este estado tem efeitos negativos comprovados, tanto no comportamento fetal como nos resultados obstétricos e neonatais.

Siga estes 7 passos para encontar a calma e ficar mais relaxada libertando-se da ansiedade do final da gravidez e ajudar o parto:

1-  Escute o seu corpo
O final de gravidez é um trabalho árduo e é uma prioridade cuidar de si e ouvir sempre o seu corpo que lhe dá todas as indicações de que precisa. A gravidez traz um desejo irresistível de dormir e alguma letargia e é natural ter necessidade de abrandar ou descansar. Assim, aceite esta necessidade e torne o descanso e relaxamento numa prioridade. Reserve diariamente um tempo para parar, relaxar e ouvir o seu corpo. Acredite que esta prática é fundamental para o seu bem-estar e o do seu bebé.

2- Seja positiva, concentre-se no que pode alterar
Evite preocupar-se com todas as variáveis que não controla tal como a posição da placenta, a posição do bebé etc. Embora a preocupação seja perfeitamente normal, coloque a sua energia no que pode controlar ou alterar. Por exemplo, a alimentação, o exercício, descanso, meditação, momentos de felicidade… Concentre-se em ser positiva, esta atitude dará à sua mente a sensação de controle e ajuda-a a permanecer calma e focada nos aspetos positivos da gravidez.

3- Mantenha-se ativa
Movimente-se, ande, faça exercícios que lhe dão prazer e ajudam a que se mantenha com energia. Andar, fazer exercícios leves de que gosta libertam hormonas que a ajudam a estar mais calma e manter a energia, reduzindo eventuais complicações gestacionais.

4- Concentre-se no seu bebé
Conecte-se com este pequeno ser que está ligado a si tanto fisicamente como emocionalmente. Faça atividades concentrada no seu bebé, ouça musica com ele, fale com ele, passeie com ele. Sinta-o como se já estivesse no seu colo e vá-lhe dizendo tudo o que sente e espera dele. Dedique-lhe tarefas tal como preparar as roupinhas ou preparar o quarto pois trazem-lhe uma sensação de prazer e dão mais significado a esta fase da gravidez.

5- Envolva o parceiro
A gravidez pode tornar-se cansativa e partilhar a experiência com o parceiro alivia a ansiedade e traz-lhe mais calma. Reserve um tempo para estar com o seu parceiro e relaxar. Pode ser através de uma conversa, momentos de namoro, massagens, relaxamento, meditação… Partilhem momentos especiais que os ajudarão a preparar-se para ser uma equipa unidade preparada para a parentalidade.

6-  Medite e visualize o seu parto “ideal”
Guarde este tempo para si, pare uns minutos, feche os olhos, respire profundamente e imagine-se num sítio bem bonito e tranquilo (a sua praia favorita, o campo, um jardim…) com todos os pormenores. Nesse local, imagine um ecran de cinema onde vai “ver” o seu parto. Imagine-se no dia do parto e visualize o seu parto ideal, bem tranquilo, bem confortável e com muitos pormenores positivos. Vai ver que ajuda, e muito!

7- Mime-se muito
O parto necessita de uma hormona chamada Ocitocina que é vulgarmente chamada de hormona do prazer ou do amor. Assim, no final da gravidez mime-se e ofereça-se tudo o que lhe dá prazer, desde desfrutar de comidas de que gosta, ver filmes ou ouvir música agradáveis, momentos de relaxamento e romance, massagens… Recorde-se que ao sentir prazer estará a produzir Ocitocina, a hormona responsável pelo bom desenvolvimento e conforto do parto.

E recorde-se que tudo acontece no tempo certo. O parto irá acontecer quando o seu corpo e o seu bebé estiverem preparados. Assim, apesar do cansaço, aprecie e respeite o tempo de preparação do seu corpo e do seu bebé, não apressando a natureza.
Conheça mais técnicas para um parto mais confortável no Curso online Hypnobirthing7