Hypnobirthing em números

  • Redução na duração do trabalho de parto: Estudos mostraram uma redução de 9,3 horas para 6,4 horas para mulheres de primeira viagem e de 6,2 horas para 5,3 horas para as outras mães.
  • Menos dor: As mães deram uma média de 6 no nível de dor no modelo de auto pontuação de 0 - 10, sendo 10 a mais alta.
  • Redução na intervenção médica e uso de fórceps ou ventosa: Estudos relatam uma taxa de 84 a 99% de partos espontâneos, sem intervenção cirúrgicas.
  • Redução da taxa de Cesarianas: Estudos apontam para uma taxa de cesariana entre 5 a 8%.
  • Redução da utilização de epidural: 23% com hypnobirthing em vez dos 71% da taxa média nacional em Inglaterra.
  • O Hypnobirthing faz parte de um dos métodos reconhecidos e comparticipados pelo S.N.S em Inglaterra.
  • Os hospitais ingleses oferecem a possibilidade de nascimento e cursos de Hypnobirthing desde 2014.
  • A hipnoterapia foi reconhecida como "terapia válida" pela British Medical Association em 1892 e de novo em 1955